Intervenção nos Ônibus do Rio

Diferentemente da Intervenção Federal, em que militares das forças armadas foram inseridos no planejamento e gestão da segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, a justiça determinou no dia 19 de Novembro intervenção parcial nas linhas de ônibus municipais pela própria Prefeitura do Rio de Janeiro para reduzir o prazo da climatização da frota

Complexidade e estratégia: como alinhar os resultados imaginados com a realidade?*

Diana Quintella de Macedo Soares e Silva (Universite Francois Rabelais de Tour) Ricardo Antonio Bueno Soares (IPMA Brasil) ANÁLISE CRÍTICA A questão “projetos são realmente alinhados com a estratégia de negócios?” torna-se cada vez mais recorrente entre os profissionais de gestão de projetos. Muitos estudos têm sido conduzidos regularmente para identificar e analisar as causas

Reflexões sobre a contribuição da Administração no combate às fraudes e desmandos na Saúde

Ter coragem para iniciar a mudança na gestão das unidades de saúde pela alocação de quadros gerenciais qualificados é mais consistente, sustentável e efetivo que seguir adotando as soluções heroicas e românticas que não melhoram nem o uso dos recursos nem os resultados do sistema para os pacientes, apenas perpetuando um da capo al fine incapaz de gerar valor para a sociedade.

Fechamento de Unidades de Estratégia de Saúde da Família na Cidade do Rio de Janeiro

A atenção primária – AP constitui elemento fundamental para a gestão efetiva da saúde das populações e um fator crítico de sucesso indiscutível para que as unidades que devem conformar as Redes de Atenção à Saúde – RAS possam desempenhar suas atividades de forma concernente às formulações políticas que embasam os sistemas de saúde em geral e do SUS em particular.

7 tecnologias impulsionadoras da Logística 4.0

A tecnologia é uma das molas propulsoras da Logística 4.0 e, neste sentido, os modelos de gestão precisarão estar alinhados com este novo cenário.  Conhecer as possibilidades proporcionadas pela tecnologia em seu negócio é essencial. Entretanto, os gestores precisam estar atentos para não cair na tentação do uso da tecnologia como um “modismo” e sim